Como declarar Imposto de Renda

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email

Todo início de ano é aquela agonia: Preciso declarar meu Imposto de Renda!

Você não sabe o que, nem como declarar, para tentar pagar menos impostos. Tem receio de acabar preenchendo os dados de forma equivocada, ou ainda, apenas não tem paciência para lidar com a burocracia.

Independente de qual seja o seu caso, aqui neste artigo, nós vamos mostrar o passo a passo para declarar o seu imposto de renda da maneira convencional, mas vamos também te mostrar como é que você pode se livrar de uma vez por todas dessa agonia do imposto de renda.

Quem precisa declarar Imposto de Renda?

O prazo para a declaração do IRPF, o Imposto de Renda para Pessoa Física, é divulgado todo início de ano, mas costuma ser entre os dias primeiro de março e trinta de abril. O imposto é calculado de acordo com a renda obtida durante ano anterior.

Todos os que se enquadram nos requisitos a seguir, de forma bastante simplificada, são obrigados a declarar:

  • Rendimentos anuais maiores que R$ 28.559,70 mil reais, incluindo aluguéis e bolsas.
  • Herança, doação ou outros tipos de rendimentos acima de 40 mil.
  • Bens avaliados em mais de 300 mil reais.
  • Comprou e vendeu imóveis.
  • Lucrou com aplicações financeiras.
  • Recebeu Auxilio Emergencial e que o rendimento anual foi maior que R$22.847,76 mil reais.

Como se declarava o Imposto de Renda?

Se você se enquadra em uma dessas opções, a seguir, você verá um checklist com os passos para declarar o seu Imposto de Renda da maneira convencional, que é a mais trabalhosa e possivelmente você já tenha feito em anos anteriores.

Programa IRPF

Em primeiro lugar, é necessário baixar e instalar o programa de declaração no site da Receita Federal no seu computador.

Documentação

Tenha em mãos a documentação necessária, que inclui documentos pessoais, documentos dos seus bens, além dos informes de rendimentos da empresa em que trabalhava no ano passado, dos bancos onde possuía conta, entre outros.

Importação de dados

Se você já declarou alguma vez, será necessário importar os dados que salvou da declaração anterior. Isso pode economizar algum tempo no preenchimento de alguns campos.

Preenchimento de dados

Se for a sua primeira vez, ou não conseguiu realizar a importação, precisará preencher todos os dados, incluindo documentos como o CPF, Título de Eleitor e informações de ocupação, suas e de seus dependentes.

Declaração de Rendimentos

Aqui, a declaração começa a complicar. Você deverá utilizar os informes de rendimentos que dispõe, informando os valores de acordo com a fonte pagadora e o tipo de rendimento, sendo eles os tributáveis, os de tributação exclusiva, os isentos e os não tributáveis.

Declaração de Bens

Nessa seção, você declara os bens que possui, como imóveis e veículos, além do saldo em conta corrente ou poupança e os ganhos referentes a aplicações financeiras, do titular e dos dependentes.

Pagamentos efetuados

Nesta área, você informará as suas despesas dedutíveis, ou seja, aquelas que podem reduzir o valor do imposto devido. Despesas com educação, saúde, previdência privada e doações a determinados tipos de instituição entram aqui, com todos os dados das empresas ou instituições relacionadas.

Últimos passos

Por fim, você deve solicitar que o programa verifique pendências no preenchimento, escolher pela declaração completa ou simplificada e informar uma conta bancária para possíveis restituições.

Declarecerto: Do jeito mais rápido, prático e seguro

E se você não precisasse ter tanto trabalho e ainda pudesse checar, automaticamente, as opções mais vantajosas, para pagar um menor valor de imposto ou receber uma maior restituição?


Com a plataforma de imposto de renda Declarecerto isso é possível!

Sem dor de cabeça, sem precisar contratar um contador.
Rápido, prático e seguro.

Depois de conhecer o Declarecerto e sua inteligência artificial, que faz todos os cálculos e simula todas as possibilidades para o seu imposto de renda, declarar o seu IRPF nunca mais será uma agonia. Experimente!

Mais artigos

Como receber Restituição do Imposto de Renda?

Muitos contribuintes que declaram o IR todos os anos, acabam recebendo o que se chama de Restituição do Imposto de Renda. Mas o que isso significa e como é possível receber essa restituição?

Quem deve declarar Imposto de Renda?

Então leia esse artigo que preparamos, onde você entenderá quais são as condições para a obrigatoriedade da declaração do IR, seja você Pessoa Física ou Jurídica. Você vai ainda entender melhor o que é e como funciona a isenção do Imposto de Renda, além de outros detalhes sobre essa tributação anual.