Como funciona o cálculo do Imposto de Renda

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email

Preencher a declaração do Imposto de Renda pode ser uma tarefa complicada para muitas pessoas. Agora, imagine então, ter que calcular o valor do imposto!?

Embora não seja uma tarefa obrigatória para a declaração anual, entender como são feitos os cálculos poderá te ajudar a identificar como pagar menos impostos, ou saber se terá direito à restituição.

Por isso mesmo, aqui nós iremos abordar todo o básico a respeito de como funciona esse cálculo.

Como calcular o Imposto de Renda

O cálculo do imposto de renda é o que determinará o valor do imposto a ser pago ou restituído ao contribuinte e considera, basicamente, os seguintes itens:

  • Soma dos salários e outros rendimentos.
  • Porcentagem da alíquota, de acordo com os rendimentos.
  • Soma das despesas que são dedutíveis.
  • Soma dos impostos retidos na fonte.

Tabela do Imposto de Renda

Todos os anos, é liberada a tabela de cálculo do IR, com suas faixas de renda e respectivas alíquotas. Veja a seguir uma tabela que é baseada em anos anteriores e no valor dos rendimentos anuais.

Até 22.847,76 reais = ALÍQUOTA 0 (ISENTO, NÃO PAGA)

Entre 22.847,77 e 33.919,80 reais = ALÍQUOTA DE 7,5%

Entre 33.919,81 e 45.012,60 reais = ALÍQUOTA DE 15%

Entre 45.012,61 e 55.976,16 reais = ALÍQUOTA DE 22,5%

Maior que 55.976,16 reais = ALÍQUOTA DE 27,5%

Por exemplo, para quem teve um rendimento anual de 25 mil reais, a base de cálculo do imposto de renda será de 1.875 reais, ou seja, 7,5% desse rendimento.

Na prática, quanto maior o seu rendimento, maior será a porcentagem dele que você deverá à Receita Federal. Mas este ainda não é o valor a ser pago de imposto de renda, pois há algumas variáveis a serem consideradas, como as que explicaremos a seguir.

Despesas dedutíveis

Além dos rendimentos, na declaração do imposto de renda você também informará algumas de suas despesas no ano de referência, que podem ser consideradas como despesas dedutíveis. Esse tipo de gasto, quando declarado, funciona como um abatimento no valor a ser utilizado para o cálculo. Entre elas estão:

  • Despesas com a saúde, como planos, consultas,
    exames e internações.

  • Despesas com a educação, como escolas, universidades,
    pós-graduações e especializações.

  • Despesas com previdência privada.

  • Doações a entidades com incentivos fiscais.

São consideradas também as despesas com aqueles que você declara como dependentes, normalmente os filhos ou o cônjuge.

Imposto retido na fonte

Se você trabalha com carteira assinada e seu contracheque é maior do que 1.903,98 reais, é preciso entender como funciona o imposto retido na fonte, antes de se desesperar com a possibilidade de pagar um valor alto de IR.

Todos os assalariados que recebem acima desse valor já possuem o Imposto de Renda, mensalmente, cobrado em seus salários. E como esse cálculo é feito apenas com base na alíquota, ao fazer a sua declaração, é bem provável que você tenha até mesmo dinheiro para receber de volta da Receita Federal.

Após todas essas explicações resumidas, podemos considerar o cálculo do imposto de renda da seguinte forma:

A partir da soma dos rendimentos, descontadas as deduções, aplica-se a alíquota correspondente para se chegar ao valor do imposto de renda. Desse valor, se subtrai o somatório de todas as parcelas do imposto retido na fonte, chegando ao valor a ser pago ou restituído.

Preciso calcular o Imposto de Renda?

Ao preencher os dados em sua declaração do imposto de renda, você não precisará realizar nenhum desses cálculos. Então, porque isso é tão importante?

Existem inúmeras formas de declarar seus rendimentos, bens e despesas. E cada uma dessas formas vai gerar um valor diferente a ser pago ou a ser restituído a você pela Receita. Então, saber de antemão essa conta pode acabar representando uma economia no que você terá que pagar de imposto de renda ou um acréscimo no que receberá de restituição.


Mas isso não significa que você terá que aprender a calcular,
sabe por que?


Com a plataforma de gestão do imposto de renda DeclareCerto, você saberá todas as opções disponíveis para realizar a sua declaração da forma mais vantajosa.

Ela calcula pra você, rapidinho, todos os cenários possíveis, para que a sua declaração do imposto de renda seja muito mais prática e vantajosa para você, financeiramente falando.


Calcular o imposto de renda é necessário,
mas o DeclareCerto faz isso por você!

Mais artigos

Como receber Restituição do Imposto de Renda?

Muitos contribuintes que declaram o IR todos os anos, acabam recebendo o que se chama de Restituição do Imposto de Renda. Mas o que isso significa e como é possível receber essa restituição?

Quem deve declarar Imposto de Renda?

Então leia esse artigo que preparamos, onde você entenderá quais são as condições para a obrigatoriedade da declaração do IR, seja você Pessoa Física ou Jurídica. Você vai ainda entender melhor o que é e como funciona a isenção do Imposto de Renda, além de outros detalhes sobre essa tributação anual.