Como funciona o Imposto de Renda Retido na Fonte

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email

Dentre as muitas dúvidas que todos os anos surgem na época de fazer a declaração, o Imposto de Renda Retido na Fonte seguramente é uma delas.

Neste artigo, nós explicaremos o que isso significa, se você tem imposto retido na fonte e porque ele pode fazer com que você não pague, ou mesmo receba de volta, ao invés de ter imposto de renda a pagar.

O que é o IRRF – Imposto de Renda Retido na Fonte?

Em determinadas condições, o recebimento de salários, pagamentos por produtos e serviços, entre outros, tem a obrigatoriedade por lei de vir com o Imposto de Renda referente já descontado. Por isso ele se chama imposto retido na fonte, porque é descontado diretamente na fonte pagadora, ao invés de aguardar a declaração anual.

O exemplo mais comum são os salários, que todos os meses já vêm descontados da parcela referente do imposto de renda. A seguir, mostraremos com mais detalhes como essa retenção funciona.

Entenda o IRRF sobre os salários

O imposto de renda já vem retido na fonte para todo salário mensal, incluindo aposentadoria, seguro desemprego, auxílio doença e licença maternidade, que seja maior do que 1.903,98 reais. O valor do IRRF é uma porcentagem progressiva de acordo com o valor mensal recebido, como na última tabela aplicada pela Receita Federal:

Entre 1.903,99 e 2.826,65 reais = 7,5% de taxa

Entre 2.286,66 e 3.751,05 reais = 15% de taxa

Entre 3.751,06 e 4.664,68 reais = 22,5% de taxa

A partir de 4.664,69 reais = 27,5% de taxa

Utilizando a tabela, quem ganha 2.000 reais terá 150 reais descontados desse valor ao receber, enquanto quem ganha 5 mil terá 1375 reais descontados de IRRF, todos os meses.

Outras condições para a retenção na fonte

Além dos salários, o IRRF também incide em alguns outros tipos de rendimentos e transações, como:

  • Pagamentos de profissionais por pessoas jurídicas,
    sem regime de salário.
  • Pagamentos de serviços realizados entre pessoas jurídicas.
  • Rendimentos de direitos e participações em lucros.
  • Indenizações por acidente.
  • Prêmios e gratificações.

Meu imposto é retido na fonte. Devo declarar?

Sim! Mesmo que seu salário já venha com o desconto do IRRF, você deve fazer a sua declaração. Mas fique tranquilo, pois isso não significa que pagará imposto dobrado!

O Imposto de Renda Retido na Fonte não prevê as deduções que possam ser feitas na declaração, como as suas despesas com saúde e educação, incluindo a de seus dependentes.

Enquanto o IRRF é descontado do valor de seu salário, na declaração o desconto será calculado a partir dos seus rendimentos, menos as suas despesas dedutíveis. O que acontece então, em grande parte dos casos, é que o imposto devido é menor do que o valor já recolhido na fonte, então a Receita Federal deve realizar a devolução desses valores.

Restituição do Imposto de Renda

Vamos tentar entender a restituição, exemplificando?

Se você ganha 3 mil reais mensais, teve 450 reais descontados mensalmente de IRRF, pela alíquota de 15%, totalizando 5.400 reais ao longo do ano. Este é o valor que você já pagou de imposto de renda, antes de realizar a declaração.

Porém, digamos que você tenha despesas dedutíveis de 10 mil reais ao longo do ano. Dos 36 mil reais de salários recebidos no decorrer desses 12 meses, seriam descontadas essas deduções, dando 26 mil reais a incidir os impostos.

Calculando os 15% em cima desses 26 mil reais, o valor real do imposto devido seria de 3.900 reais e não os 5.400 reais que já foram pagos através do IRRF.

Nesse caso, fictício e simplificado, esse contribuinte não teria mais impostos a pagar, além de ter o direito a uma restituição no valor de 1.500 reais, pelo imposto a mais do que o devido, pago mensalmente.

Declare Certo para receber a sua restituição!

O DeclareCerto é uma plataforma digital de Imposto de Renda que vai tornar a sua declaração muito mais fácil e vantajosa.


E você não vai precisar calcular nada!

Basta inserir os seus dados para que o DeclareCerto mostre a você a opção de declaração que vai gerar uma maior restituição da Receita Federal. Experimente!

Mais artigos

Como receber Restituição do Imposto de Renda?

Muitos contribuintes que declaram o IR todos os anos, acabam recebendo o que se chama de Restituição do Imposto de Renda. Mas o que isso significa e como é possível receber essa restituição?

Quem deve declarar Imposto de Renda?

Então leia esse artigo que preparamos, onde você entenderá quais são as condições para a obrigatoriedade da declaração do IR, seja você Pessoa Física ou Jurídica. Você vai ainda entender melhor o que é e como funciona a isenção do Imposto de Renda, além de outros detalhes sobre essa tributação anual.