Como receber Restituição do Imposto de Renda?

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email

Muitos contribuintes que declaram o IR todos os anos, acabam recebendo o que se chama de Restituição do Imposto de Renda. Mas o que isso significa e como é possível receber essa restituição?

Leia o texto a seguir, que nós preparamos, com alguns detalhes para que você saiba como funciona a Restituição do Imposto de Renda e como é possível recebe-la.

O que é a Restituição do Imposto de Renda?

A Restituição do Imposto de Renda nada mais é do que uma devolução, feita pela Receita Federal, dos valores que foram pagos a mais como Imposto de Renda.

Na grande maioria dos casos, recebem a restituição os trabalhadores assalariados, que contribuíram mensalmente com cotas do IR a cada pagamento recebido, já que o imposto vem descontado obrigatoriamente nas folhas de pagamento. Esse desconto mensal é chamado de Imposto de Renda Retido na Fonte.

Quando esse contribuinte vai fazer a sua declaração anual, muitas vezes possui despesas consideradas dedutíveis, que são abatidas do valor final sobre o qual é calculado o imposto. Como a retenção na fonte não prevê tais deduções, é na declaração anual que a Receita identifica quem pagou a mais e, por isso, tem direito à restituição.

Quem tem direito à Restituição do IR?

Todo trabalhador que recebe salários mensais a partir de 1.903,66 reais tem o imposto de renda retido na fonte, com valores a partir de 7,5% do salário recebido. Portanto, quem ganha, por exemplo, 2 mil reais, terá descontado 150 reais todo mês para o pagamento do IR.

Na hora de declarar, ele deverá preencher os seus rendimentos anuais, além das despesas dedutíveis e do imposto retido na fonte. Se a diferença do valor já recolhido na fonte for superior ao valor resultante do imposto devido, haverá a restituição dessa diferença.

No exemplo citado, o trabalhador terá contribuído com 1.800 reais com o imposto retido na fonte. Mas veja o que acontece quando há despesas dedutíveis.

Total recebido no ano: 24.000

Total de despesas dedutíveis: 6.000

Base de cálculo para o imposto: 18.000

Com a base de cálculo nesse valor, esse trabalhador está isento do Imposto de Renda, portanto terá 1.800 reais a receber de restituição.

Como recebo a restituição do Imposto de Renda?

Em primeiro lugar, será necessário fazer a declaração do Imposto de renda. É possível utilizar o programa da Receita Federal, ou uma solução mais prática e moderna.

O DeclareCerto é uma plataforma de gestão do IR que vai, não apenas te ajudar a receber a restituição, como também a escolher a forma de declarar onde você receba o maior valor possível de restituição. Com o DeclareCerto você será guiado durante todo o processo de preenchimento, para que não fique nada para trás!

A restituição é liberada em lotes, contemplando primeiramente certos grupos, como as pessoas acima dos 60 anos, um lote por mês. O calendário é liberado a cada ano, por isso, fique atento. A Restituição do Imposto de Renda vai direto para a conta bancária informada na Declaração do Imposto de Renda.


Não deixe de usar o DeclareCerto e receba a maior restituição do imposto de renda possível!

Mais artigos

Quem deve declarar Imposto de Renda?

Então leia esse artigo que preparamos, onde você entenderá quais são as condições para a obrigatoriedade da declaração do IR, seja você Pessoa Física ou Jurídica. Você vai ainda entender melhor o que é e como funciona a isenção do Imposto de Renda, além de outros detalhes sobre essa tributação anual.

O que é IRPF?

Você pode não saber ou não lembrar de ter ouvido falar sobre o IRPF, mas certamente já ouviu falar sobre o Imposto de Renda, não é verdade?